Os loucos anos que passam e vão

Tudo o que eles me pedem é para realizar meus sonhos.

Sonhos? Que sonhos? O que se pode desejar quando se atinge a idade em que as coisas desejáveis já deveriam ter sido trabalhadas anos atrás?

Um pensamento retrógrado e tão definitivo, sem dúvida, que me deixou desarmado ao ver, sentado na escadaria, um senhor muito mais velho do que eu lendo um livro de Matemática.

É… – pensei. – Sempre é tempo para matrizes.

9 de abril de 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s