Me conta

Não. Sério. Me conta. Qual é o seu problema? Fala! Qual é o seu problema? É a gota que cai sem parar na torneira em uma progressão infinita de eco, vazio e reverberação? Ou é o seu estômago cheio de junk food que te deixa tão empapuçado que você nem consegue sair da cama? Quem sabe é a sua agenda, marcada por tantos rabiscos que você acaba entendendo que não tem mais nada pra você?

Ou é o telefone? A internet? O celular? Nada de nada e de ninguém?

O que é? Me fala! É a falta de um objetivo específico ou é a prostação diante de tantos objetivos que te deixam confuso sem saber nem sequer por onde começar?

Você sabe por onde começar ou sua cabeça ainda fica dando aquelas rondas intermináveis cheias da imaginação fértil e débil que você mantém desde criança?

Quem sabe você tenha que procurar um psicanalista. Quem sabe você tem que sair mais de casa, aproveitar o dia de chuva, molhar os pés, correr na água sem se preocupar com o incômodo do frio. Se jogar no mar, nadar com os peixes, se queimar com veneno de água viva que é pra ver se seu dia muda a ponto de ser um dia inesquecível no meio de um ano comum.

2 de abril de 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s